sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

silhuetas naturais




Durmo com uma almofada que me deu muita luta inicialmente, ruidosa, de tamanho muito reduzido, mas fui-me habituando por não ter outra. Passado uns anos, dificilmente durmo com outra a não ser essa :-). Tem um recheio de pequenos tubos ocos que permitem a circulação do ar, molda-se completamente e massaja a cabeça constantemente, o que sabe mesmo bem para adormecer.

Descobri outra que não deve ficar atrás e destinada a outras situações, uma almofada de caroços de cereja, da marca portuguesa Ricoxete. O site está muito bonito, com uma banda sonora para adormecer e acordar bem. Uma excelente ideia para aproveitar matéria natural destinada ao lixo.


Nas imagens: Alguém sabe de que árvore vem este ramo? Tem pequenas cápsulas de onde já saltaram as sementes.

4 comentários:

Lola de LGR disse...

No se el tamaño que tiene la planta pero creo que es una Camelina. Mira este enlace
http://www.unavarra.es/servicio/herbario/htm/Came_micr.htm

ya me contaras :-)

biquiños

SóSaias disse...

Eu também tenho uma almofada como a tua! E é maravilhosa, levo-a comigo sempre que vou para fora. É pena é ser tão pesada.

Vera João disse...

Marta, é pesada sim, deve ser igual!

inês milagres disse...

eu também tenho uma almofada dessas, quando a minha mãe chegou com ela lá a casa estranhei imenso, agora acho que é maravilhosa o seu barulho até já passa despercebido... é giro ficar com a cabeça enterrada entre aqueles pequenos cilindros...