sexta-feira, 30 de maio de 2008

a crescer e a avisar



Esta semana já ouvi…
Mãe, quando eu crescer eu vou ao oceanário sozinha.
Eu vou crescer e mexer em coisas perigosas.
(pânico!)
Quando eu for crescida eu vou a um concerto sozinha.

A minha tesoura é pequena… quando eu crescer eu vou mexer na tua
tesoura grande.

Na ardósia…
É o Ruca! ele tem a cabeça grande!

………


Sugestões para o fim de semana:
A exposição Histórias aos quadradinhos da Ana Vilela prolonga-se até 15 de Junho.
Aproveitar a feira do livro no dia 1 de Junho, porque a maior parte dos livros do dia costumam ser os infantis.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

domingo, 25 de maio de 2008

quarta-feira, 21 de maio de 2008

um pouco de calor s.f.f.



O Inverno é praticamente passado com saias, porque tenho menos frio de collants, quem não tem o costume de usar saias custa a acreditar, mas é mesmo verdade, além de ser bem mais confortável. Também não gosto nos dias de chuva, olhar para trás e ver as calças encharcadas em baixo, com saias isso não acontece. Para dizer a verdade, tenho apenas um par de calças de ganga para o frio e para o calor, e é o único desde há uns anos, e chega-me bem. Não consigo perceber quando oiço dizer que a roupa mais confortável para o dia-a-dia é uma t-shirt branca, um par de calças de ganga e uns ténis.

Agora que chegou a minha segunda saia Marta Mourão, só espero que o Verão se apresse, já que com a Primavera não pude contar, nem para saias mais frescas, nem para sandálias, só mesmo no nome da saia.

………

Outra portuguesa, Marta Hugon. Já tinha o Tender Trap e vou querer Story Teller.

domingo, 18 de maio de 2008

ritmo: devagarinho





Depois de muitos posts sem mostrar trabalho, deixo um tabuleiro do que tenho feito aos serões (muito devagarinho).

A loja será actualizada a 25 de Maio, até lá deixo um repolho para quem já se rendeu ao roxo, uma encomenda (das últimas que aceitei) e que ficou sem efeito.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

vida de vaso



Semear girassóis. Já fiz isto noutras ocasiões pelo gosto que dá ver crescer uma planta tão depressa e dar flor, ficam é com um diâmetro mais pequeno e a terra do vaso repleta de raízes. Um dia destes planto muitos e quando surgirem os rebentos ainda tenros, utilizo-os para a sopa.

E morangos em vaso, alguém mais já experimentou?! Foi a primeira vez que vi.

janelas



domingo, 11 de maio de 2008

Está por aí alguém?









Mais uma casa abandonada, que dá vontade de espreitar e fotografar. Tem um pátio que convida a ficar por ali um bocadinho, onde apenas vive um frigorífico enferrujado. Enquanto isto, ouvem-se foguetes da festa dos carolos.

sábado, 10 de maio de 2008

Vila Nova de Oliveirinha



Voltámos . Os dias estiveram bonitos mas as noites ainda são de pijama de Inverno, edredão e aquecedor no quarto. A horta ainda agora começou, biológica porque nunca foi de outro modo, aqui é o que a terra dá, onde as batatas apanhadas duram até ao próximo ano em perfeitas condições.
Imagens que se repetem no mesmo local, porque há sempre flores diferentes nos vasos que são sempre os mesmos.

sábado, 3 de maio de 2008

quinta-feira, 1 de maio de 2008

circulando





De há uns anos para cá, a nossa vida decorre nos arredores da cidade de Lisboa e não há transportes adequados para os locais que precisamos de ir todos os dias, o carro poupa-nos três horas ou até mais, de tempo precioso para estamos todos juntos.
Para quem não tem o hábito de utilizar os transportes públicos, é uma delícia fazer uns passeios como este e este. O último foi de eléctrico. Ficará a faltar o táxi e o avião.
Não há nada como circular neles, para depois os poder desenhar.