domingo, 21 de fevereiro de 2010

capas para sacos de água quente


Esta capa de saco de água quente é uma das minhas heranças, que guardo juntamente com napperons de croché e bordados (um dia irei mostrá-los porque vale a pena partilhar). Lembro-me das capas serem feitas com desperdícios de lã que chegavam a casa da minha avó em sacas enormes, cheias de meadas e restos. Ela fazia as peças e posteriormente eram vendidas no centro de caridade da freguesia para ajudar quem precisava.

Apeteceu-me fazer outro inspirado neste e pô-lo a uso, mas logo de seguida aproveitei mais alguns restos e fiz ainda outro. Vontade de criar uma linha de peças de trazer por casa que antigamente se usavam não me falta, o tempo é que não chega, mas aproveitar todos os restos de lã é um dos objectivos e quem sabe até concretizo a ideia começando por aqui.



2 comentários:

Marta disse...

Uau, tão giros...

E são uma excelente forma de acabar com os restinhos.

Parabens

o fil de l'O disse...

So beautiful.
I love your colors.