terça-feira, 10 de agosto de 2010

amostras


É muito útil fazer amostras, porque quando nos esquecemos de algum ponto podemos desmanchar sempre um bocadinho para perceber como é feito.
Era assim que a minha avó L. fazia, depois voltava a rematar e continuava com a amostra um pouco mais pequena. Das que herdei, algumas foram feitas por ela e outras eram de trocas de amostras que fazia com algumas vizinhas.
Um pequeno espólio de grande inspiração para mim.

3 comentários:

Alexandra Durão disse...

São lindas, principalmente as duas últimas, sabes como se chamam os pontos? Gostava de saber fazê-los! :- )

Libelinha☆ disse...

A minha mãe fazia muitas para o tricot... E eu queria sempre "roubar-lhas" para fazer a roupa para as minhas bonecas, hahaha!...

Beijinhos ;P

Débora disse...

São lindas! Para mim são até uma inspiração gráfica para os recortes de papel, obrigado por as partilhares :)
boas férias :)