domingo, 17 de outubro de 2010

quebra-cabeças





Estas são amostras feitas por mim. Algumas são experiências para adaptar os pontos que conheço e tentar criar um esquema em que tudo bata certo. Noutros tento conciliar vários esquemas existentes num só. Adoro esta parte, mas perco horas numa coisa assim.

Não costumo aplicar tantos pontos diferentes às minhas peças, todas elas são construídas com os pontos básicos, e a partir daí vou de encontro à forma que pretendo. Por incrível que pareça não crio esquemas para elas (nem um!), gosto de trabalha-las livremente, para não sentir que estou a repetir exactamente a mesma peça 30 vezes ou mais…
Por treino faz-me falta estes apontamentos mais rebuscados, uma espécie de quebra-cabeças.

A flor (ou estrela), fiz a partir de um esquema pouco legível em que só tenho 1/4 do desenho de um livro que não faço ideia qual seja. O centro não bate certo com o fim. Aldrabei para ficar com o efeito final que tinha como referência, ficou torta e é um caso para ir tentado para reescrever o esquema novamente, pelo menos um que bata certo.

6 comentários:

Rosa Pomar disse...

torta ou não, acho a estrela lindíssima, sava um excelente ornamento de natal :)

Lara disse...

Adoro trabalhos "picuinhas" e de fio fininho, ficam sempre lindos!
Faço-os muito bem e, como tu não uso esquema, como tenho bom olho ficam sempre iguais!! Mas o meu maior mal é a preguiça e a ansiedade de os ver acabados depressa: desisto sempre..... Por isso admiro-te! Fazer aquelas bolinhas todas para os fios de ovos.... Jesus!!
A Rosa tem razão, a estrela ficaria bem numa árvore de Natal. Eu já estou a fazer flocos de neve a partir de um livro que lhe comprei.

http://tricosemcostura.wordpress.com disse...

Olá, adorei a leveza de seu blog. Abraços

sara aires disse...

também acho a estrela muito bonita e nem sempre o "certinho" tem muita piada. contudo, nesta coisa de experimentar o crochet sem esquema, ou de uma forma livre, nunca deixo de ter alguma satisfação quando uma estrela ou qualquer outra forma feita assim chega ao fim e bate naturalmente "certo".
às vezes acho mesmo que quando isso acontece parece que a peça tem algo de mágico, que já existia e eu só a "des-cobri", qual Michellangelo a desenterrar as figuras das pedras...

APO (Bem-Trapilho) disse...

amostras deliciosas!

ana margarida disse...

Torta? PAra mim está perfeita. Adoro tudo isto