quinta-feira, 27 de outubro de 2011

ramas



Conhecem aquela fase em que tudo está calmo e morno, e de um momento para o outro aterra tudo ao mesmo tempo? Estou assim. E a chuva e o frio não ajudaram em nada, foi das chinelas para a botas sem qualquer habituação. Quando penso que é quarta afinal já é sexta, e quando poderia fotografar já é de noite, ou ainda é de noite. E ainda há quem pense que é sorte, a mim apetece-me dizer isto.

Não tive oportunidade de fotografar as primeiras ramas que enviei para Serralves. Para além destes novelos maravilhosos, descobri outra lã igualmente maravilhosa e que ao conjugar as duas, as ramas ficam ainda mais bonitas. Como não tenho fotografias só posso sugerir que imaginem o resultado, mas haverá mais e para a loja (espero).