quinta-feira, 14 de março de 2013

Home


Ao ficar de molho em casa, entreteve-se a folhear alguns livros que nunca lhe tinham chamado à atenção, e ao acaso, encontrou neste algumas folhas secas, que eu já nem me lembrava de as ter posto ali. Continuou a descobriu outros livros com folhas, e mais outros e outros. Fazendo as contas às folhas que encontrámos, dava perfeitamente para organizar um herbário.
A propósito do livro de Yann Arthus-Bertrand, lembrei-me do filme Home e hoje revi-o com ela. Tem tanto de bonito como de catastrófico. E já passaram uns anos desde a primeira vez que o vi, custa-me imaginar como algumas paisagens se encontram agora, é tudo muito rápido.






Retirei as imagens do site. Vale a pena espreitarem, garanto-vos de que estas não são as mais bonitas.

Home na versão portuguesa – (aqui em HD)

1 comentário:

explodingcucumber disse...

Já conhecia as fotografias mas não fazia idéia que tinha sido feito um filme! Hei-de vê-lo. Já viram "Baraka" e "Samsara"?