terça-feira, 8 de outubro de 2013

⎴ ⎴ ⎴


Foi encontrada no lixo pela minha filha. Estava empenada, partida e demasiado suja, mesmo boa para deixá-la onde estava, mas como foi a miúda que a encontrou enfiei-a no carro. Dois meses depois serviu de cenário e aí é que achei que valeria a pena dar-me ao trabalho, pior não iria ficar.
Apesar de gostar muito mais do tom natural, precisava mesmo de a camuflar para anular o odor e não só, e aquele azul era a única tinta que tinha.

Apesar dos crimes que cometi, aos meus olhos ficou linda e formosa. Voltou a «sentir-se» útil e feliz.

………

«Reparing means taking the opportunity to give your product a second life. Don't ditch it, stitch it! Don't end it, mend it! Repairing is not anti-consumption. It is anti-needlessly throwing things away.» – Repair Manifesto



5 comentários:

remagarpi@gmail.com disse...

Como vai,Vera?Curti sua página e agora me dou ao luxo de estar sempre te acompanhando atravez do meu face.Adorei a sua reforma feita na mesinha;tambem já reformei vários móveis que temos em nossa casa;adoro fazer este trabalho.Parabens e um abraço.





























































Anónimo disse...

Acho que na casa da minha avó Céu havia uma mesa assim, com esse trabalhado.
Quem me dera que tivesse chegado ao dia de hoje para a pintar de azul!

;)

Dora Ramalho disse...

Ficou maravilhosa!
Adorei :)

Bjs
Dora
www.ziripiti.com

Anónimo disse...

se passar a lixa agora vai acentuar os desenhos lindos que a mesa tem...só uma ideia....e a miúda tem olho

Andreia disse...

Que bonita ficou!