quarta-feira, 26 de março de 2014

going gray

A minha filha tem um cabelo branco bastante visível há uns 3 anos. Acho-lhe graça e ela também. Mas depois, vira-se para mim e diz-me que estou «cheia» deles e devia pintar novamente. É assim que elas aprendem, porque veem as mães a fazê-lo e tomam isso como um hábito futuro, disfarçar os brancos antes que eles tomem conta de nós. E depois, levam isso para o resto da vida, porque as madeixas brancas ou o grisalho «fica esquisito», porque ouvimos dizer que não condiz com a nossa pele, com a nossa idade ou com o nosso olhar. Sem dar conta ensinei-lhe isto.

Há que tempos que ando a pensar se volto ou não, a camuflar os brancos velhos e os novos. E hoje o pinterest foi uma grande ajuda, ao pesquisar going gray, encontrei imagens tão bonitas de várias fases, em várias idades, e em diversos comprimentos de cabelo, que acabei por decidir que não me apetece pintar mais. Fartei-me.


(todas as imagens foram retiradas do pinterest)


Nota posterior: acrescento aos cabelos brancos, o batom vermelho da Zélia.

13 comentários:

sónia sapinho disse...

Como compreendo o que dizes. Contudo, cuidado, porque muito desses cabelos não são cabelos "não pintados"...eu passo pela mesma dúvida sempre, é a última vez ia decidida a não pintar...não consegui, e pontei de cor oposta á minha. Remédio santo. Cada vez tenho mais certeza que o caminho é pintar :) é divertido, e além de tudo o que tem de menos positivo ainda não conheci nada melhor!!

lorena disse...

Belas imagems de belas mulheres! Eu nunca pinte o meu cabelo e a umos anos que aparecen os primeros brancos. As veces alguem me dice ¡tens que pintar o teu cabelo!, ¡nao, eu gosto inmenso de verlo asim!. De certo voce vai ficar muito bonita e segura da sua nova e autentica imagem. (desculpa, nao falo portugues¡)

ines disse...

Também estou "going gray" e não me importo nada com isso! mas estas imagens ainda tornaramn isso mais especial! Obrigada!

Ana Santos disse...

olá. também já tenho alguns que parecem mais fortes que os outros e insistem em ficar em pé. não são brancos são prateados, é o que costumo dizer. já tinha tomado a decisão mesmo antes de os ter, não vou pintar o cabelo, quero vê-lo mudar comigo.
abraços
ana

miriam disse...

a minha mãe nunca pintou =) e tem um cabelo bem bonito mas teve a sorte de só começar a ter brancos por volta dos 50 anos. para além disso tem um cabelo muito sedoso e bem tratado e os brancos não lhe ficam nada mal.
há muitas pessoas que não têm essa sorte e ficam com um cabelo demasiado crespo que lhes dá, quanto a mim, um ar muito desmazelado.
na verdade, o mais importante é que cada um se sinta bem com a sua imagem =)
estas imagens que mostras têm, quase de certeza, tinta à mistura... não me parecem nada going gray naturais...

Vera João Espinha disse...

Sónia Sapinho :-) eu sei que os cabelos das lindas mulheres acima, têm tratamento e são cuidados, mas, também conheço outros ao vivo e posso dizer-te que são bem bonitos, nem todos os brancos ficam ásperos e indomáveis. Comecei a achar mais prisioneiro que divertido. O meu cabelo com as pinturas fica um pouco seco mesmo que continue a tratar dele, e chegou a hora de deixar assumir os "prateados" naturais para continuar com ele macio. E toda a parafernália de produtos tóxicos que vão para o lixo já me andava a meter muita confusão.

Virgínia disse...

Eu, aos 37, tenho mesmo muitos. Comecei cedo e estou a ver que chego aos 50 de cabelo todo branco. Mas não pinto. Porque prefiro ser natural a artificial, porque prefiro ser como sou e não como querem que eu seja e porque o que é bonito ou feio hoje é irrelevante, são apenas preconceitos.
Tenho a impressão que, talvez derivado à chamada crise, andam pela rua cada vez mais cabelos brancos - e eu acho lindo!

AB disse...

Eu tenho 37 anos, tenho literalmente 3 cabelos brancos, e nao quero pinta-los. Venho de uma familia que todas as mulheres pintam os cabelos e nunca gostei de ver, nem de sentir os cabelos. Diz-me a minha mãe que agora penso assim, mas quando estiver "toda branca" vou pensar de forma diferente! Não me parece! Concordo 100%!

teresa fonseca disse...

Adorei saber que é possivel! Mesmo não sendo naturais, deve ser muito mais facil manter estas cores, tendo as raizes brancas! E só isso ja dá uma imensa liberdade!!! Tenho 40, e azares dos azares so tenho cabelos brancos nas fontes ( o resto é preto) adoro andar com o cabelo apanhado e nao consigo andar mais do que 3 semanas sem pintar.... Uma seca, sinto mesmo uma grande falta de liberdade quanto a isso!! odeio raizes brancas... Vamos ver se terei coragem de assumir o total branco, ou cinzento, um dia!!

Sónia Sapinho disse...

Vera, eu acho que deves experimentar e fico muito contente se conseguires o efeito que pretendes. Boa sorte!! :)

Maria Duarte disse...

aparentemente sou mais uma com o mesmo dilema... fazer novamente madeixas (e esconder os brancos que já ganhei) ou não?

Acho que a próxima ida ao cabeleireiro vou só ganhar um corte novo e mantenho os brancos antigos.

Anónimo disse...

Eu assumi não pintar o cabelo há 5 anos e hoje tenho a cabeça muito grisalha. O cuidado básico é não deixar amarelar e para isto um shampoo para cabelos brancos uma vez por semana e um banho de vinagre de vinho branco com água são a certeza de um cabelo brilhante. Quanto a liberdade é total.... nada de raízes, cabeleireiros, disfarces..... é preciso contar que o branco é um cabelo rebelde e também inspira cuidados de hidratação. espero ter ajudado.

Rafael disse...

FAzes bem Vera, seu sempre gostei de ver cabelos brancos, a prepósito...http://www.noticiasmagazine.pt/2014/cabelo-branco-porque-pinta-lo/