terça-feira, 23 de setembro de 2014

Bujaruelo – Valle de Otal


Optámos por fazer este trilho porque já aqui tínhamos estado uma semana antes e era aconselhado a famílias com crianças. Afinal foram 13,5 km e as crianças são mais resistentes do que pensamos.


Depois do prado ao longo do rio Ara, iniciámos a subida em ziguezague até avistar um enorme vale que na fotografia do livro parecia pequeno, achávamos nós que tínhamos chegado ao final, mas não, a sorte é que nos cruzámos com um casal que regressava e avisou-nos que ainda faltavam 2 km e valia a pena continuarmos. O vale é tão grande que só ao chegar mais perto das vacas (pouco simpáticas) é que percebemos que afinal não eram rochas. O cenário é fabuloso! Percorremos o vale todo sob a torreira do sol até à cascata.
Para nos pouparmos e o dia não parecer tão curto, atalhámos no regresso.





As horas estimadas das caminhadas nunca foram exatamente as indicadas, há que dar sempre mais uma hora de margem no mínimo. As indicações que nos são fornecidas no Centro de Visitantes em Torla nunca vêm os quilómetros apenas o tempo estimado, o que é muito relativo, nem todos temos a mesma altura nem as pernas longas.

2 comentários:

sara aires disse...

Que lugar estupendo! Um pequeno paraíso (?)... obrigada por partilhares.

Patricia B disse...

Lindo! ...