terça-feira, 23 de setembro de 2014

Bujaruelo – Valle de Otal


Optámos por fazer este trilho porque já tínhamos aqui estado uma semana antes, e era aconselhado a famílias com crianças. Afinal foram 13,5 km e as crianças são mais resistentes do que pensamos.


Depois do prado ao longo do rio Ara, iniciámos a subida em ziguezague até avistar um enorme vale que na fotografia do livro parecia pequeno, achávamos nós que tínhamos chegado ao final, mas não, a sorte é que nos cruzámos com um casal que regressava e avisou-nos que ainda faltavam 2 km e valia a pena continuarmos. O vale é tão grande que só ao chegar mais perto das vacas (pouco simpáticas) é que percebemos que afinal não eram rochas. O cenário é fabuloso! Percorremos o vale todo sob a torreira do sol até à cascata.
Para nos pouparmos e o dia não parecer tão curto, atalhámos no regresso.





As horas estimadas das caminhadas nunca foram exatamente as indicadas, há que dar sempre mais uma hora de margem no mínimo, e nas indicações que nos são fornecidas no Centro de Visitantes em Torla nunca vêm os quilómetros apenas o tempo estimado, o que é muito relativo, nem todos temos a mesma altura nem as pernas longas.

2 comentários:

sara aires disse...

Que lugar estupendo! Um pequeno paraíso (?)... obrigada por partilhares.

Patricia B disse...

Lindo! ...