quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Ordesa & Monte Perdido





Da janela da «cabana» tínhamos a vista deslumbrante para o Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido, o que nos fez esquecer por completo a multidão e as voltas que demos em Barcelona.
Foi necessário gravar os cenários na memória porque nenhuma fotografia fará jus àquilo que fomos descobrindo ou o que cada um sentiu. O cheiro dos prados é único, assim como o do interior da floresta. O barulho da água é constante e em qualquer pedaço de relva nascem lindas flores.

É difícil resumir em imagens qualquer percurso que tenhamos feito aqui. Ninguém vai perceber que as árvores são enormes, que as pinhas são pequeninas e decoram-nos o caminho, e que pisar o chão da floresta é como pisar alcatifa. As imagens são uma pequena seleção do percurso a pé, desde a vila de Torla até à entrada do parque na Pradera de Ordesa. Foram 4 horas (ida e volta) e nunca imaginei que me fosse saber tão bem fazer o regresso debaixo de chuva. Encharcada, a rogar pragas aos Merrell, mas feliz.










As duas últimas fotografias foram tiradas pelo P., num dos muitos solitários percursos que fez na sua bicicleta. É tudo tão grande e tão bonito e nós somos tão pequeninos.


3 comentários:

Patricia B disse...

Que lugar maravilhoso! Não conheço mas sei que esta família ia adorar!

ema disse...

Que maravilha! Lindas fotos.
Não conhecia, mas já vai para a lista dos locais a conhecer.
Bom fim-de-semana!

Pat de Verre disse...

Des paysages somptueux dignes du Grand Canyon. Je ne savais pas que le Portugal possédait de tels trésors.
Merci de nous les avoir faits découvrir. Mon mari qui connait un peu votre pays est aussi émerveillé que moi par vos photos