sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

⎠⧛






Recordação viva e ainda intacta da caminhada.

Toda a coleção em espaço próprio.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

wip



Vai ser longo, demorado, e intercalo com a minha aventura de tricot a cores e sem costuras. O tempo que reservei para mim, é quase o mesmo que fazer um upgrade à minha paciência*. Não tenho tirado muitas fotografias, o tempo escuro e a chuva não me têm dado a luz que mais gosto, apesar disso, não ando zangada com o inverno. Claro que penso no verão, mas estou com mais paciência para lá chegar.

* Isto não significa que fiquei com paciência para aturar pessoas e histórias sem interesse nenhum.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

salame de cacau


Após o rescaldo das festas, valia a pena registar a receita. Andou anos desaparecida e não quero que volte a acontecer. Recordo-me de a ter retirado dum livro de banda desenhada do Tio Patinhas na minha infância.

Ingredientes:

100 g de açúcar amarelo
50 g de uma boa manteiga (ligeiramente amolecida, sem estar derretida)
125 g de cacau em pó
2 ovos
1 pacote de bolacha maria (partida aos bocados)
1 folha de papel de alumínio

Numa tigela grande, misturar com as mãos o açúcar e a manteiga. Tentar juntar o cacau a essa pasta. De seguida, juntar os ovos e misturar tudo ainda melhor (sempre com as mãos). Quando conseguirmos obter uma massa mesmo homogénea, aos poucos, vamos adicionando os bocados de bolacha juntamente com as migalhas envolvendo-os o melhor possível (parece barro). Moldar o salame em forma dum cilindro e enrolar no papel de alumínio. Colocar no frigorífico de um dia para o outro.

Cortar em fatias finas, pouco mais de 5 mm (não partem nem esfarelam se a massa for mesmo bem feita).



domingo, 16 de fevereiro de 2014

Uma árvore generosa que vivia à porta do atelier. Agora, nem copa nem toco.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014



Amostras de croché com os restos de tricot — do cachecol, do gorro e de outro sem registo.
O meu amor pelos dois está a chegar ao mesmo nível.


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

♥ 9

sábado, 8 de fevereiro de 2014

felicidade é conseguir fazer um grande remendo



O melhor par de calças de inverno rasgados faziam-lhe muita falta. Sem máquina de costura estava com receio de fazer pior e fui adiando. Ontem, tomei coragem e praticamente sem alfinetes em casa meti mãos à obra.
Inspirei-me nestes dois remendos e assumo que inventei imenso. Demorei cerca de 3 horas e meia a fazer tudo, mesmo assim, a única parte que me custou foi voltar a coser o forro de malha às calças, tudo à mão.

Tem as calças há dois anos e prolonguei-lhes a vida por mais 3 a 4 meses. Quando chegar a primavera deixam de lhe servir para sempre, mas valia a pena. Adorei fazer isto.

Durante as pesquisas sobre remendos, fui dar a este site cheio de peças maravilhosas, como esta ou esta.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

domingo, 2 de fevereiro de 2014




Gastar o tempo a observar e a registar a luz durante o dia.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

PROCURA-SE


Hoje à tarde, perdi a minha gola cinzenta, no trajeto que fiz entre o carro e o Museu da Eletricidade. Dei voltas e voltas na rua, voltei ao museu e nada. Gostava muito de a recuperar, e peço a quem a possa ter encontrado – não tem etiqueta nem qualquer identificação – que entrasse em contacto comigo. É muito aborrecido perdermos uma coisa que nós próprios fizemos.

Uma ocasião, perdi uma luva na rua, não fazia ideia do local onde a tinha perdido, só sabia que tinha sido na rua. Quase três meses depois, num dia de inverno e à noite, encontrei-a no chão duma rua por onde passo poucas vezes. É difícil de acreditar, mas é verdade! E não era outra igual, era mesmo a minha luva, porque antes de a perder ela já tinha uma marca, e a marca continuava lá :-)

Pode ser que tenha a mesma sorte que tive com a luva.

contacto: vera_joaoespinha@yahoo.com