sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

♥︎

A seu pedido cortei-lhe as tranças há umas semanas.

As colegas ficavam admiradas por eu deixar que ela tivesse o cabelo por baixo do umbigo e na nova escola já era conhecida pela miúda das tranças. Claro que o cabelo dá trabalho aos pais, principalmente quando os piolhos nos visitam, mas qual é o mal de deixá-la ter o comprido muito comprido? Preferia dizer não a outras coisas e ceder no caso do cabelo.
Apesar de ter cortado muito ainda sobrou o suficiente para continuar a fazer tranças, porém, bem mais pequenas! Como seria um desperdício deitá-las no lixo, vão seguir viagem para aqui.